Dieta na Gravidez

Primeiramente, gostaria de deixar bem claro que não sou nutricionista e o texto a seguir é referente ao meu caso acompanhado pela minha nutricionista e minha obstetra. Caso vocês também necessitem de ajuda nesse meio, busquem um acompanhamento profissional!

Como vocês viram anteriormente, minha bebê foi diagnosticada com CIUR (crescimento intrauterino restrito) com 26 semanas de gestação por conta de incisuras protodiastólicas bilaterais. Esse tipo de condição é rara e temos somente duas coisas a fazer: repouso e alimentação.

Confesso que no início da gravidez fiquei com muito medo de engordar, então eu já vinha me esforçando pra manter uma dieta saudável. Aproveitei, principalmente, o fato de estar com pouco apetite pra comer bem. Quando descobrimos as incisuras, na 26a semana, eu havia engordado somente 4 kg.

Só que nesse momento, tive que virar a chave: minha bebê só engordaria se eu incrementasse bastante a minha dieta. Tinha que aumentar a quantidade de nutrientes e de proteína para auxiliar no crescimento dela. Isso significaria que eu teria que abrir um pouco mão da vaidade de ter engordado pouco na gravidez.

Cortei tudo de extra que não nutria do cardápio: hambúrguer, farinha branca, doces em excesso, fritura, gorduras saturadas, aquele beabá da nutrição. A partir daí criei, com a ajuda de uma nutricionista, um cardápio que estivesse de acordo com as minha necessidades.

Meu cardápio ficou assim:

Café da Manhã

– dois ovos mexidos

– sanduíche de pão integral com queijo mozarela

– café descafeinado com leite desnatado

– uma porção de frutas (pêssego, cereja, abacaxi, banana…)

Lanche da Manhã

– barrinha de proteína (tenho gostado muito da marca Whey Bar Darkness)

Almoço

– arroz

– feijão

– proteína animal (frango, peixe ou carne)

– legumes e verduras (tento variar bastante)

– salada verde (muito bem lavada!)

– 1 copo de suco de uva integral sem conservantes e sem açúcar

Lanche da Tarde 1

– 200ml de whey proteína de proteína isolada e hidrolisada (suporto o sabor baunilha)

Lanche da Tarde 2

– sanduíche de pão integral com requeijão

Jantar

– arroz

– feijão

– proteína animal (frango, peixe ou carne)

– legumes e verduras

– salada verde

Mantenho constantemente um garrafa de água ao meu lado, tento beber no mínimo 2 litros por dia. Isso é muito importante por duas razões: estou com uma ingestão de proteína acima do normal e é através do corpo bem hidratado que os nutrientes passam para a bebê. Não adianta fazer nada disso se o corpo não estive hidratado!

Lembrando, essa dieta foi a que desenhei com a minha nutricionista pra encaixar as minhas necessidades. Caso você também esteja precisando fazer uma dieta, consulte um nutricionista também!

Resultado final? Em 7 semanas minha bebê engordou quase 1 kg e eu engordei 5 kg! Sem neuras, só pensando no crescimento dela! E aí? Como vai a sua dieta?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close